Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1058
metadata.dc.type: Tese
Title: Uma tecnologia de grupo terapêutico aplicada na busca da saúde mental
Other Titles: A Therapy group technology applied in the pursuit of mental health
metadata.dc.creator: Rosa, Julio Cesar da
metadata.dc.contributor.advisor1: Sandri, Juliana de Araúlo Viera
metadata.dc.contributor.referee1: Lopes, Stella Maris Brum
metadata.dc.description.resumo: A Organização Mundial de Saúde destaca que não existe uma única definição de saúde mental porque diferenças culturais, julgamentos subjetivos e teorias relacionadas afetam o modo como ela é definida. A saúde mental não está pautada somente nos transtornos mentais. Ela pode ser entendida como o estado emocional e sentimental em que as pessoas se encontram, os quais interferem nas decisões de vida. Superar as barreiras do sofrimento psíquico nem sempre é possível sozinho, mas, quando há ajuda coletiva e reconhecimento da necessidade de apoio, isso se torna menos doloroso. Para esse fim existem grupos terapêuticos de ajuda mútua, dispositivos comunitários que prestam serviços a esses indivíduos. Compreende a um estudo piloto, o qual tem como objetivo construir e aplicar uma tecnologia de grupo que possibilite a interação/intervenção junto aos participantes da Oficina Terapêuticas em Saúde Mental na busca do viver e conviver com saúde mental. Para isso, têm-se como objetivos específicos: criar o Grupo Terapêutico em Saúde Mental; aplicar uma tecnologia de grupo específica; e reconhecer, na percepção do participante, como a tecnologia aplicada pode contribuir para que ele continuasse a viver e a conviver harmoniosamente consigo mesmo, com o próximo e com a natureza. A pesquisa está delineada como uma pesquisa-ação, de abordagem qualitativa, com a participação de oito sujeitos que vivenciaram a experiência de grupo de ajuda mútua e que, com os dois pesquisadores, constituíram os membros da Oficina Terapêutica na modalidade de Grupo Terapêutico em Saúde Mental. A coleta de dados ocorreu de setembro a dezembro de 2011, e incluiu três etapas: 1ª) Participação nas reuniões regulares do grupo dos Neuróticos Anônimos para conhecer a dinâmica de grupo, seus integrantes numa interação em busca de voluntários; 2ª) Instituição das Oficinas Terapêutica em Saúde Mental; 3ª) Construção e aplicação de uma metodologia de grupo na seguinte sequência: a) Acolhimento e recepção dos participantes; b) Momento de relaxamento, desenvolvido através de várias técnicas para favorecer o relaxamento do corpo e da mente para, em seguida, apresentar-se a temática do dia. c) Expressão de sentimentos - relato dos sentimentos e emoções que mais lhes causavam danos à saúde mental. d) Interação/intervenção individual e de grupo - que dependeram muito da expressão dos sentimentos e da interação entre os participantes; e) Confraternização. Foram realizados seis encontros com duração média de duas horas. Todos os preceitos éticos foram cumpridos, de acordo com a Resolução do CNS 196/96 que dispõe sobre pesquisas com seres humanos. Os resultados foram organizados em duas partes: 1ª) Materialização das Oficinas Terapêutica em Saúde Mental com a descrição dos seis encontros, contendo as dinâmicas e os relatos dos participantes durante a aplicação da tecnologia; 2ª) Reconhecimento da tecnologia de grupo, em que se discute e se avalia, sob o olhar dos participantes, a tecnologia construída e aplicada. A maioria concluiu que as Oficinas contribuíram para a sua reabilitação, porque possibilitou a interação coletiva, o reconhecimento das suas potencialidades e abriu novas possibilidades de superação dos problemas emocionais e ainda o conhecimento de outro método de grupo. Os participantes não sugeriram nenhuma modificação na dinâmica de grupo, mas apontaram que a abordagem fosse pautada nos Evangelhos
Abstract: The World Health Organization emphasizes that there is no single definition of mental health because cultural differences, subjective judgments, and related theories affect how it is defined. Mental health is not only based on mental disorders; it can be understood as the sentimental and emotional state in which people meet, which influences the decisions of life. Overcoming these barriers may not always be possible for the individual alone, but when there is collective help and recognition of the need for support, coping with the problem becomes less painful. This is the purpose of Therapy self-help groups; community devices that provide services to these individuals. This study comprises a pilot project, with the objective of building and applying a group technology that will enable interaction/action through participation in Therapy Workshops in Mental Health, in their attempts to live with mental health. For this purpose, the specific objectives were: to create Therapy Workshops in Mental health; to apply a specific group technology; and to recognize, from the participants perspective, how applied technology can contribute to enabling these individuals to live in harmony with themselves, with others, and with nature. The research is outlined as a researchaction, with a qualitative approach, with the participation of eight subjects who took part in the self-help group experience and who, together with two researchers, constituted the members of the Therapy Workshop, along the lines of a Therapy Group in Mental Health. Data were collected from September to December 2011, and included three stages: 1) Participation in regular sessions of the Neurotics Anonymous group, to learn more about the structure of the sessions, its members in an interaction in search of volunteers; 2) implementation of Therapy Worshops in Mental health; 3) Construction and application of a group methodology in the following sequence: a) reception and registration of participants; b) a time of relaxation, developed through various techniques to promote integral relaxation, before presenting the subject for the day; c) expression of feelings-report of the feelings and emotions that were causing harm to their mental health; d) individual and group interaction depending on the expression of feelings and the interaction between the participants; and e) Fraternization. Six sessions were held, each lasting around two hours. All the ethical precepts are complied with, in accordance with CNS Resolution 196/96, which governs research on human beings. The results were organized in two parts: 1) the implementation of the Therapy Workshops in Mental Health with the description of the six sessions, including their structure, and the reports of the participants during the application of the technology; 2) recognition of the group technology, which discusses and assesses, from the participants perspectives, the technology built and applied. The majority concluded that the Workshops contributed to their rehabilitation, enabling collective interaction and recognition of their potential, and opening up new possibilities for overcoming emotional problems, as well as giving them knowledge of another group method. The participants did not suggest any changes to the group structure of the sessions, but one participant suggested that the approach be guided by the Gospels
Keywords: Saúde mental
Grupo de ajuda mútua
Tecnologia
Mental health
Self-help group
Technology
Saúde mental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Saúde da Família
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
Citation: ROSA, Julio Cesar da. A Therapy group technology applied in the pursuit of mental health. 2012. 76 f. Tese (Doutorado em Saúde da Família) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1058
Issue Date: 15-Aug-2012
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Julio Cesar da Rosa.pdf422,07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.