Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1128
metadata.dc.type: Dissertação
Title: UNIVALI MULHER: A CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA DIALÓGICA COM UM GRUPO DE MENINAS DE 7 A 10 ANOS
Other Titles: UNIVALI WOMAN: THE CONSTRUCTION OF A DIALOGICAL PROPOSAL WITH A GROUP OF GIRLS AGED 7 TO 10
metadata.dc.creator: Potel, Idelma
metadata.dc.contributor.advisor1: Elsen, Ingrid
metadata.dc.contributor.referee1: Lopes, Stella Maris Brum
metadata.dc.contributor.referee2: Pereira, Laïs de Toledo Krucken
metadata.dc.description.resumo: Este estudo enfoca o processo dialógico como eixo-mobilizador , dos conceitos de cidadania, do empoderamento, de gênero, de comunicação, ser humano e família. Esta dissertação originou-se a partir do Projeto de Extensão UNIVALI Mulher, que surgiu em virtude da situação atual de violência pessoal, inter-pessoal e social presente nas famílias e comunidade. Como pesquisadora, integrante da equipe interdisciplinar; busquei direcionar meu olhar, não apenas aos aspectos clínicos relativos à comunicação, como também aos aspectos sócio-culturais das meninas. Os estudos sobre famílias demonstram, quão importante é compreendermos a natureza das relações que se estabelecem entre as mesmas, a escola e as famílias. Este estudo tem como objetivo geral intervir e refletir sobre o processo dialógico e a construção da cidadania em um grupo de meninas de idade entre 7 a 10 anos. Para Paulo Freire, o processo é dialógico, porque é amoroso e significa compromisso com o outro; promove o crescimento de ambas as partes, implicando em respeito mútuo. O tipo de pesquisa empregada foi a Pesquisa Convergente Assistencial (PCA), caracterizada pelos momentos de proximidade e afastamento diante do saber-fazer assistencial, adaptada ao presente trabalho. O local de estudo foi uma escola e os sujeitos desta pesquisa foram 10 meninas, as bolsistas e a pesquisadora. Foram desenvolvidos 16 encontros com as meninas, além de entrevistas com seus pais e professores. Foi igualmente utilizada a observação. Os dados foram registrados em relatórios. A análise constou desses documentos, além do material produzido individualmente e em grupo pelas meninas. Os resultados apontam que o processo dialógico aumenta o poder e a autonomia pessoal e coletiva do grupo social em suas relações interpessoais, familiares e institucionais, principalmente das meninas submetidas a relações de opressão, discriminação e dominação social. A receptividade dos pais contribuiu para o desenvolvimento da proposta dialógica, primordiais para valorizar o ser, a individualidade, sem pré-julgamentos ou imposições. O que também facilitou a metamorfose das integrantes do grupo foi a disposição das meninas em conhecer o novo, estabelecendo um forte vínculo demonstrado através da afetividade. Enquanto fonoaudióloga, vejo neste estudo uma abrangência superior, não apenas restrito ao campo fonoaudiológico, alcançando questões de cidadania, empoderamento e gênero, repercutindo de forma impactante na comunidade em questão, e a comunicação se desdobrando entre o social, o cultural e ambiental.
Abstract: This study focuses on the dialogical process as a mobilizing axis of the concepts of citizenship concepts, empowerment, genus, communication, human beings and family. This dissertation originated with the Extension Project UNIVAI Mulher (UNIVALI Woman), which emerged due to the current situation of personal, interpersonal and social violence that exists in families and the community. As a researcher, and member of the interdisciplinary team; I sought to focus not only on clinical aspects related to communication, but also on the social and cultural aspects of the girls. The studies on families demonstrate how important it is to understand the nature of the relations that are established between the girls, the school and the families. The general objective of this study is to intervene and reflect on the dialogical process and the construction of citizenship in a group of girls aged 7 to 10. According to Paulo Freire, the process is dialogical because it involves love, and commitment to others; it promotes the growth of both the parts, and involves mutual respect. The type of research used was the Assistant Convergent Research (ACR) model, characterized by moments of closeness and distancing before the welfare "know-how", adapted to the present work. The study site was a school and the subjects of this research were ten girls, the grant holders and the researcher. Sixteen meetings with the girls were carried out, as well as interviews with their parents and teachers. Observation was also used. The data were recorded in reports. The analysis consisted of these documents, as well as the material produced individually or as a group, by the girls. The results indicate that the dialogical process increases personal power and the collective autonomy of the social group in its interpersonal, family and institutional relationships, particularly in the case of girls suffering relationships of oppression, discrimination and social domination. The receptivity of the parents contributed for the development of the dialogical proposal, which is essential for valuing the self, the individuality, without making judgments or impositions. The metamorphosis of the members of the group was also facilitated by the girls willingness to learn new things, establishing a strong link demonstrated through affectivity. As a speech therapist, I see in this study a more ample scope, which is not restricted to the field of speech therapy alone, but addresses questions of citizenship, empowerment and genus, which have major impacts on the community in question, and communication has impacts on the social, cultural and the ambient context.
Keywords: processo dialógico
empoderamento
gênero
cidadania
pesquisa
convergente assistencial
dialogical process
empowerment
genus
citizenship
assistant convergent
research model
Cidadania
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Saúde da Família
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
Citation: POTEL, Idelma. UNIVALI WOMAN: THE CONSTRUCTION OF A DIALOGICAL PROPOSAL WITH A GROUP OF GIRLS AGED 7 TO 10. 2007. 158 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1128
Issue Date: 30-Mar-2007
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Idelma Potel.pdf2,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.