Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1145
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Da reorientação do modelo assistencial à pressão social: acesso a medicamentos via Sistema Único de Saúde por compra direta no município de Florianópolis (SC)
metadata.dc.creator: Pereira, Sônia Maria Polidório
metadata.dc.contributor.advisor1: Leite, Silvana Nair
metadata.dc.contributor.referee1: Próspero, Elisete Navas Sanches
metadata.dc.description.resumo: Os pedidos de medicamentos em falta ou não padronizados fazem crescer o número de pedidos individuais, acarretando gastos em compras diretas no nível de gestão municipal, assim como garantindo a dispensação ao solicitante, mediante receituário do Sistema Único de Saúde ou conveniado ou privado. Os objetivos desta pesquisa foram elaborar uma análise descritiva do acesso, da dispensação e dos custos com medicamentos solicitados por usuários individuais, de janeiro de 2003 a dezembro de 2006, no município de Florianópolis e verificar se os medicamentos solicitados se incluem em alguma lista de medicamentos. Além disso, objetivou-se descrever a trajetória dos usuários até o acesso por esta via. A metodologia consistiu de coleta de dados de autorizações de compras diretas nas Secretarias de Saúde e da Criança, Adolescente, Idoso, Família e Desenvolvimento Social do município de Florianópolis e Associação Florianopolitana de Voluntários e entrevistas com usuários solicitantes de medicamentos no ano de 2006. Os resultados demonstraram que a trajetória dos usuários é sinônimo de uma peregrinação, muitas vezes, sofrida e frustrada em busca do acesso aos serviços de saúde, levando a situação emergencial de acesso à justiça. Verificou-se que profissionais e serviços contribuem para a incorporação da judicialização, assim como os usuários contam com o apoio da justiça, de familiares e amigos e, ainda, em alguns casos, com favorecimentos estabelecidos pelo clientelismo. Além da identificação da trajetória, o estudo levantou a necessidade de justificativa do usuário para o acesso ao medicamento devido aos problemas financeiros e às situações de vida marcadas pelos problemas de saúde. Quanto aos gastos com pedidos individuais, via justiça ou não, identificados neste estudo, 42% dos medicamentos adquiridos por compra direta para atender demanda individual faziam parte de listas distribuídas pelo SUS, demonstrando fragilidade na estrutura e organização dos serviços. O número de usuários atendidos por esta via subiu de 5 para 89, entre 2003 e 2004, para 220, em 2005, e 298, em 2006. Foram encontradas 2.426 autorizações para fornecimento de 5.645 medicamentos e 5.283 produtos correlatos, entre 2003 e 2006. O valor total empregado pela Prefeitura Municipal foi de R$ 374.659,21
Abstract: Requests for unavailable or non-standardized medications are causing an increase in the number individual requests, leading to expenses on direct purchases at the level of municipal management, as well as ensuring availability for applicants, through the prescription form filled by a professional of the Sistema Único de Saúde (Brazilian national health system) or private health insurer. This research seeks to elaborate a descriptive analysis of the access, delivery, and costs of medication requested by individual users, from January 2003 to December 2006, in the city of Florianópolis (State of Santa Catarina, Southern Brazil), and determine whether the medication requested is included in any list of medications. It also describes the route taken by users, in order to gain access to the medications through this channel. The methodology consisted of gathering data on direct purchase authorizations at the Secretaries of Health and of the Child, Adolescent, the Elderly, the Family and Social Development of Florianópolis, and the Associação Florianopolitana de Voluntários (Florianópolis Volunteers` Association) (AFLOV), and interviews with applicants during 2006. The results show that professionals and services contribute to the incorporation of judicialization, and that the users have the support of the legal system, family members and friends, and in some cases, favors established by clientelism. Besides identifying the route taken, this study also investigates the users` justification for seeking access to the medication, due to financial problems and situations of life marked by health problems. Regarding the expenses on individual requests identified in this study, whether through the legal channels or not, 42% of the medications directly purchased to meet the individual demand are included in the lists distributed by the SUS, demonstrating the fragility of the structure and organization of the services. The number of users assisted through this mechanism has grown from 5 in 2003 to 89 in 2004, 220 in 2005, and 298 in 2006. There was a total of 2426 authorizations for the supply of 5645 medications and 5283 related products, between 2003 and 2006. The total value spent by the Municipal Council was R$ 374,659.21
Keywords: medicamento
acesso
Sistema Único de Saúde. Usuário.
medication
access
Sistema Único de Saúde
user
pressão social
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Saúde da Família
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
Citation: PEREIRA, Sônia Maria Polidório. Da reorientação do modelo assistencial à pressão social: acesso a medicamentos via Sistema Único de Saúde por compra direta no município de Florianópolis (SC). 2007. 112 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1145
Issue Date: 13-Sep-2007
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sonia Maria Polidorio Pereira.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.