Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1151
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O processo de prescrição de medicamentos na estratégia de saúde da família : concepções de profissionais médicos e odontólogos de Blumenau-SC
metadata.dc.creator: Franke, Vera Regina
metadata.dc.contributor.advisor1: Leite, Silvana Nair
metadata.dc.contributor.referee1: Cutolo, Luiz Roberto Agea
metadata.dc.description.resumo: A criação do Sistema Único de Saúde (SUS), em 1988, e sua regularização através da Lei nº. 8.080, em 1990, respaldado pelo princípio da integralidade, assegura o provimento da assistência terapêutica integral, inclusive farmacêutica. Instituída em 1998 através da Portaria nº 3.916, a Política Nacional de Medicamentos constitui um dos elementos fundamentais para a efetiva implementação de ações capazes de promover a melhoria das condições da assistência à saúde da população, sendo responsável por garantir a segurança, eficácia e qualidade destes produtos, a promoção do seu uso racional e o acesso da população aos considerados medicamentos essenciais. Porém, uma mudança de visão de um modelo assistencial excludente e fragmentado para um novo modelo da atenção básica centrado no paciente necessita de uma abordagem diferenciada em relação ao processo de prescrição, tendo como premissa o uso racional de medicamentos vinculado a fatores determinantes sócio-culturais e à experiência do profissional. O objetivo desta pesquisa foi conhecer como os profissionais que atuam na atenção básica à saúde no município de Blumenau concebem o processo de prescrição na perspectiva da Saúde da Família. Para isto, foi utilizada metodologia exploratória, com abordagem qualitativa, procurando valorizar a experiência vivencial destes. A coleta de dados foi feita através de entrevistas em grupos focais pré-agendadas, utilizando-se um roteiro como guia. A análise dos dados se deu pelo seu tratamento através da construção de três categorias com objetivo de facilitar a interpretação e o estudo dos fatores abordados por estes profissionais durante o processo de prescrição de medicamentos nelas encontrados: medicalização e cultura; conhecimento; e processo de trabalho. Foi possível observar, também, que a maioria destes profissionais, durante o processo de prescrição terapêutica, faz uma abordagem integral do paciente, embora ainda tenham, predominantemente, uma visão centrada no biologicismo e na conduta tradicional para o ato de prescrição. As condições de trabalho e a valorização profissional são importantes questões relacionadas ao processo de prescrição de medicamentos neste âmbito. Faz-se necessário conduzir ações de qualificação e valorização dos profissionais de Saúde da Família sob o risco de não serem alcançados os objetivos da atenção básica e de incentivo à medicalização social
Abstract: The creation of the Unified Health System (SUS) through the Law number 8.080, in 1990, kot by the principle of completeness, insures the provision of a complete assistance therapy, including the pharmaceuticals. Established in 1998, by Order number 3.916, the National Drug Policy is the key element for the effective implementation of activities of the promoting the improvement of the conditions of the population s health care, and it is responsible for ensuring safety, efficacy and quality of these products, promoting their rational use and access for the population to essential medicines. However, a change of vision from an exclusionary and fragmented care system model to a new model of care system focused on the patient s needs need to have a different approach in relation to the process of prescribing, with the premise of rational use of drugs related to the social and cultural determinants. The objective of this paper was to know how the professionals of health from Blumenau work in basic health care with the prescription of drugs in the perspective of family health care. For this, it was used an explanatory methodology, with a qualitative approach, seeking to enhance the vivencial experience. The data collection was done through interviews focus groups prescheduled. The data analysis was done by the construction of three categories in order to facilitate the interpretation and the study: medicalization and culture; knowledge; and work process. We noticed that the majority of these professionals make an integral analysis of the patient, but they still have a biological vision to conduct the prescription. The working conditions and professional recovery are important issues relating to the procedure prescribed drugs in this field. It is necessary to conduct actions of the professional qualification and recovery to the Family Heath under the risk of not being achieved the objectives of the basic care and stimulation of social medicalization
Keywords: uso de medicamentos
prescrição de medicamentos
saúde da família
drug utilization
prescriptions
drug
family health
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Saúde da Família
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
Citation: FRANKE, Vera Regina. O processo de prescrição de medicamentos na estratégia de saúde da família : concepções de profissionais médicos e odontólogos de Blumenau-SC. 2008. 89 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2008.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1151
Issue Date: 26-Mar-2008
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vera Regina Franke.pdf3,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.