Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1195
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Análise da implantação e implementação da política de educação permanente na educação profissional em saúde do Sistema Único de Saúde no Estado do Rio Grande do Sul
Other Titles: Analysis of the implementation of a Policy for Continuing Education in Health in the Sistema Único de Saúde in the State of Rio Grande do Sul
metadata.dc.creator: Daniel, Hedi Berwaldt
metadata.dc.contributor.advisor1: Sandri, Juliana de Araúlo Viera
metadata.dc.contributor.referee1: Próspero, Elisete Navas Sanches
metadata.dc.description.resumo: A Portaria GM//MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007, estabelece, no Brasil, novas diretrizes e estratégias para a implementação da Educação Permanente em Saúde (EPS) e inclui-se, nesta, a Educação Profissional em Saúde, cujo foco são os trabalhadores de nível médio do Sistema Único de Saúde (SUS). O presente estudo teve como objetivo analisar o processo de implantação e implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS) na Educação Profissional em Saúde no Estado do Rio Grande do Sul. A pesquisa foi realizada por meio de um estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativa. A coleta de dados ocorreu em dois momentos: 1) Leitura dos documentos fornecidos das oficinas de sensibilização; 2) Entrevistas aplicadas aos gestores regionais, estaduais e técnicos das CRS integrados à Comissão Permanente de Integração de Ensino e Serviço (CIES), que participaram de oficinas de sensiblização; bem como os técnicos da Escola Estadual de Educação Profissional em Saúde do Rio Grande do Sul (ETSUS), responsáveis pela oficina de sensibilização. A análise dos documentos pautou-se em relatar o processo ocorrido nas oficinas e se estas alcançaram o objetivo proposto, que era de instrumentalizar e sensibilizar os participantes quanto à formação profissional de nível médio na saúde. Verificou-se que as oficinas foram exitosas. Para as entrevistas, foi utilizado um roteiro com perguntas semiestruturadas, gravadas e transcritas. Todos os critérios éticos foram cumpridos. Os resultados obtidos nas entrevistas estão analisados em duas categorias definidoras: 1) Conhecimento sobre a Portaria GM/MS 1996/ 2007; 2) Implantação e implementação da PNEPS na Educação Profissional em Saúde no RS. Os entrevistados demonstraram conhecimento teórico sobre a referida portaria, conforme as funções desenvolvidas em seu cotidiano de trabalho. A proposta de descentralização da ETSUS/RS e sua função como gestora da Educação Profissional em Saúde no estado é compreendida pelos entrevistados. As facilidades elencadas foram: o financiamento; o bom acesso junto ao Colegiado de Gestão Regional (COGERE); e o comprometimento dos segmentos da PNEPS. As dificuldades corresponderam: à falta de recursos humanos na Secretaria de Estado de Saúde (SES), tanto em nível central como nas CRS; ao acúmulo de trabalho; à ETSUS ainda não se encontrar credenciada para desenvolver suas atividades educativas no estado; à dificuldade de liberação dos trabalhadores dos municípios para formação; à demora na descentralização da ETSUS; e aos entraves operacionais para a execução de recursos financeiros no estado. Contudo, as instâncias gestoras responsáveis vêm buscando alternativas para solucionar essa situação. Espera-se que este estudo traga uma reflexão sobre o processo de implantação da Política de Educação Permanente na educação profissional de nível médio no Estado do Rio Grande do Sul e que realmente haja investimento na concretude da educação profissional como uma política de saúde
Abstract: GM//MS (Ministerial Office/Ministry of Health) Ministerial Directive no. 1996 of August 20, 2007 establishes new guidelines and strategies for the implementation of Continuing Education in Health (EPS), which includes Professional Education for intermediary-level workers of the Sistema Único de Saúde (SUS) - the Brazilian national health system. The objective of this study was to analyze the implementation process of the Política Nacional de Educação Permanente em Saúde PNEPS (State Policy on Continuing Education in Health) in the State of Rio Grande do Sul. The research was carried out by means of an exploratory, descriptive study with a qualitative approach. The data were collected in two stages: 1) A reading of documents supplied by the awareness workshops; and 2) interviews with regional and state managers and experts of the CRS integrated with the Permanent Commission on Teaching and Service Integration (CIES), who took part in awareness workshops, as well as experts of the Escola Estadual de Educação Profissional em Saude do Rio Grande do Sul - ETSUS, (State School for Professional Health Education of Rio Grande do Sul) who were responsible for the awareness workshop. The document analysis focused on the process that took place in the workshops, and whether they achieved the proposed objective, which was to empower and raise awareness among participants regarding intermediary-level professional training in Health. It was seen that the workshops were successful. For the interviews, a script was used with semi-structured questions, which were recorded and transcribed. All the ethical criteria were followed. The results obtained in the interviews were analyzed in two defining categories: 1) Knowledge of GM/MS Ministerial Directive 1996/ 2007; 2) Introduction and introduction of the PNEPS in Professional Health Education in the State of Rio Grande do Sul. The interviewees demonstrated a theoretical knowledge on the Ministerial Directive in question, according to their functions in their day-to-day work. The proposal to decentralize the ETSUS/RS and its role as manager of Professional Health Education in the State is understood by the interviewees. The facilities listed were: financing, good access to the Colegiado de Gestão Regional COGERE, (Regional Management College) and the commitment of sectors of the PNEPS. As to difficulties, they mentioned the lack of human resources in the State Secretary for Health (SES), both at central level and in the CRS, work overload, difficulty releasing community workers for training, delays in the decentralization of the ETSUS, and operational barriers in the execution of financial resources in the State. However, the authorities responsible are seeking alternatives for each situation. This study seeks to promote reflection on the process of implementation of the Continuing Education Policy in intermediary-level professional education in the State of Rio Grande do Sul, and hopes that there will be real investment on developing professional education as a health policy
Keywords: educação
recursos humanos em saúde
Sistema Único de Saúde
education
human resources in health
Sistema Único de Saúde
Recursos humanos na saúde
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Saúde da Família
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
Citation: DANIEL, Hedi Berwaldt. Analysis of the implementation of a Policy for Continuing Education in Health in the Sistema Único de Saúde in the State of Rio Grande do Sul. 2009. 108 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1195
Issue Date: 9-Dec-2009
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hedi Berwaldt Daniel.pdf809,6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.