Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1324
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCosta, Helena Araujo-
dc.creator.IDCPF:70868328120por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4773767H4&dataRevisao=nullpor
dc.contributor.advisor1Hoffmann, Valmir Emil-
dc.contributor.advisor1IDCPF:52098729987por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4737830T6&dataRevisao=nullpor
dc.date.accessioned2015-08-26T18:43:23Z-
dc.date.available2006-03-21-
dc.date.issued2005-12-13-
dc.identifier.citationCOSTA, Helena Araujo. ANÁLISE DAS RELAÇÕES DE REDE E DO PERFIL DA COMPETITIVIDADE TURÍSTICA: estudo comparativo entre São Francisco do Sul e Laguna - SC. 2005. 149 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento e Gestão do Turismo e da Hotelaria) - Universidade do Vale do Itajaí, Balneário Camboriú, 2005.por
dc.identifier.urihttps://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1324-
dc.description.resumoAs redes de pequenas e médias empresas são entendidas como estratégias de desenvolvimento local que enfatizam a aglomeração geográfica e a cooperação entre organizações para alcançar patamares de competitividade. O trabalho consistiu em um estudo comparativo, quantitativo, de caráter conclusivo descritivo. Seu objetivo geral foi analisar comparativamente as relações de rede de pequenas e médias empresas turísticas e o perfil de competitividade turística de São Francisco do Sul e Laguna Santa Catarina. Com esta finalidade, buscou-se descrever os espaços turísticos das cidades, identificar seus atores sociais do turismo local e seus serviços prestados, caracterizar as relações de rede e levantar os perfis de micro e macro competitividade turística. Como etapas metodológicas houve pesquisas documentais e bibliográficas de dados secundários, seguidas de coleta de dados primários. Foram realizadas 49 entrevistas estruturadas com atores sociais delimitados a partir de uma amostragem não-probabilística por julgamento. Os dados foram tratados com instrumental estatístico descritivo e inferencial, usando medidas de freqüência, tendência central, dispersão, associação e testes de comparação de duas ou mais amostras independentes. Concluiu-se que as cidades se apresentaram semelhantes na maioria das médias comparadas, inclusive em seus níveis de cooperação e competição. As diferenças de médias foram significativas apenas no que diz respeito à importância atribuída aos setores não-privados para o turismo local e à aglomeração territorial, ambas mais expressivas em Laguna. As cidades também mostraram diferença quanto às freqüências de realizações de ações cooperativas, ainda que concentradas em grande parte na categoria raramente. Não foi possível apontar a existência de redes de pequenas e médias empresas turísticas locais em nenhuma das cidades e a maior aglomeração territorial parece não estar ligada com a maior cooperação ou competição entre os atores sociais locais na amostra pesquisada. Quanto aos indicadores de micro competitividade pôde-se identificar forte associação entre faturamento e cooperação na amostra em estudo. Quanto à macro competitividade, considerada como a participação no mercado e os efeitos positivos na economia local, foi possível perceber que a percepção dos entrevistados era, muitas vezes, incongruente com os dados oficiais. Os índices calculados com base nos dados oficiais mostraram participação mais expressiva no mercado turístico em termos de fluxo, gastos e permanência dos turistas para Laguna, a cidade mais aglomerada territorialmente, mas não registraram melhores efeitos na economia local em termos de geração de empregos e remuneração média para essa mesma localidade. Por fim, foram apontadas as limitações do trabalho e as sugestões para estudos futuros.por
dc.description.abstractSmall and medium enterprises networks are taken as local development stragies focused on territorial agglomeration and cooperation in order to reach competitiveness. This study shows a descriptive, comparative and quantitative approach. The main objective consists on analyzing network relationships and tourism competitiveness in São Francisco do Sul and Laguna Santa Catarina Brazil. In order to reach this aim, the destinations were described, local players and their hole for local tourism were identified, network relationships were presented and also, competitiveness indicators were analyzed. The methodology used was a documental and bibliography research followed by a field research. The data was colleted trough 49 personal interviews and analyzed using descriptive and inferential statistical support as descriptive measures, frequencies, central tendency, dispersion, association and comparison between two or more groups. It was concluded that both cities were very similar in most aspects, even in cooperation and competition levels. The significant differences were just about the importance of non private organizations for local tourism and territorial agglomeration, both higher in Laguna. Both cities also showed differences in cooperation action frequencies, even they showed this barely happen. It was not possible to identify the approached tourism destinations as SMEs networks, and also the highest level of territorial agglomeration could not be linked to highest cooperation or competition levels among local partners. The micro competitiveness indicators showed strong association between revenues and cooperation in the studied sample and also higher values for Sao Francisco do Sul, where it was identified increased levels of cooperation, communication and trust between local tourism organizations during the last five years. Due to macro competitiveness indicators, it was possible to affirm that the registered perception was different from official statistics, mainly in Laguna. These numbers suggested highest tourism market share indicators for Laguna, where it was found the highest level of territorial agglomeration. On the other hand, it was not found evidence which show best impacts for the local economy in terms of employment and salary for the same city. By the end, it was presented the study limitations and besides suggestions for future research.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttps://siaiap30.univali.br/tede/retrieve/3498/Helena%20Costa.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade do Vale do Itajaípor
dc.publisher.departmentPlanejamento e Gestão do Turismo e da Hotelariapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUNIVALIpor
dc.publisher.programMestrado em Turismo e Hotelariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectcompetiçãopor
dc.subjectcooperaçãopor
dc.subjectaglomeração territorialpor
dc.subjectredes de pequenas e médias empresas turísticaspor
dc.subjectcompetitividadepor
dc.subjectdestinações turísticaspor
dc.subjectcompetitioneng
dc.subjectcooperationeng
dc.subjectterritorial agglomerationeng
dc.subjecttourism small and medium enterprises (SME) networkseng
dc.subjectcompetitivenesseng
dc.subjecttourism destinationeng
dc.subjectPequenas e médias empresaspor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::TURISMOpor
dc.titleANÁLISE DAS RELAÇÕES DE REDE E DO PERFIL DA COMPETITIVIDADE TURÍSTICA: estudo comparativo entre São Francisco do Sul e Laguna - SCpor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helena Costa.pdf928,9 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.