Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1447
metadata.dc.type: Dissertação
Title: ESTUDO FITOQUÍMICO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA DE Matayba elaeagnoides RADLK.
Other Titles: PHYTOCHEMICAL STUDY AND EVALUATION OF THE BIOLOGICAL ACTIVITY OF Matayba elaeagnoides RADLK.
metadata.dc.creator: Souza, Michel Thomaz de
metadata.dc.contributor.advisor1: Niero, Rivaldo
metadata.dc.contributor.referee1: Cechinel Filho, Valdir
metadata.dc.contributor.referee2: Oliveira, Brás Heleno de
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho mostra o estudo fitoquímico das cascas de Matayba elaeagnoides Radlk (Sapindaceae), bem como a avaliação do potencial biológico dos extratos, frações e de uma substância isolada desta espécie. Da fração de hexano foram isolados, por métodos cromatográficos, uma mistura de triterpenos composta de lupeol, a-amirina, b-amirina e b-sitosterol. Além disso, da fração clorofórmica foram isoladas as substâncias escopoletina, umbeliferona, 3b-O Dglicopiranosil- sitosterol e betulina. As estruturas foram identificadas com o uso de técnicas espectroscópicas de IV, RMN 1H e 13C, além de determinações do ponto de fusão e comparações com dados da literatura. Estas substâncias foram relatadas pela primeira vez na espécie estudada. Os extratos hidroalcóolico e metanólico, assim como suas frações e a betulina, foram submetidos a testes biológicos preliminares com a finalidade de avaliar o seu efeito antibacteriano e antinociceptivo em diferentes modelos experimentais. Quando analisado frente a microorganismos patogênicos, todos os extratos e frações apresentaram atividade contra a bactéria Gram positiva S. aureus. Por outro lado, apenas a fração de clorofórmio foi ativa para o fungo M. gypseum na concentração de 125 mg/mL. Os extratos e frações também mostraram promissor potencial antinociceptivo bem como uma substância isolada, identificada como betulina. Este composto foi cerca de sete vezes mais potente do que algumas substâncias utilizadas terapeuticamente, aspirina e paracetamol. Quando analisado frente ao teste das contorções abdominais induzidas pelo ácido acético (3-10 mg/Kg, i.p.), a betulina apresentou um efeito dose-dependente com um valor calculado de DI50 de 7,74 (6,53 9,17) mg/Kg ou DI50 de 17,5 (14,7-20,5) mmol/Kg, e uma inibição máxima (IM) de 58,33% em relação ao grupo controle. Da mesma forma, quando no teste da formalina (3-10 mg/Kg, i.p.), este composto foi capaz de inibir de forma parcial a nocicepção de origem neurogênica, com inibição de 40,8%. Por outro lado, foi mais eficaz em reduzir a nocicepção inflamatória com valores calculados de DI50 e inibição máxima de 8,32 (7,83 8,84) mg/Kg ou DI50 de 18,79 (17,7-19,9) mmol/Kg e 64,39%, respectivamente. Resultados estes, que mostram a atividade antinociceptiva da betulina e antimicrobiana dos extratos e frações da planta estudada.
Abstract: This work shows the phytochemical study of Matayba elaeagnoides Radlk (Sapindaceae) barks, and the evaluation of the biological potential of the extracts and fractions, as well as a compound isolated from this species. Using chromatographic methods, a mixture of triterpenes known as lupeol, a-amirin, b-amirin, and bsitosterol, was isolated from the hexane fraction. Scopoletin, umbelifferone, 3b-O-Dglicopiranosyl-sitosterol and betulin were also isolated from the chloroform fraction. The structures were identified using the spectroscopic techniques of IV, RMN 1H and 13C, and the melting point was determined, plus the use of comparison with data in the literature. These substances are reported for the first time in the species studied. The hydroalcoholic and methanolic extracts, as well as their fractions, and betulin, were submitted to preliminary biological tests, in order to evaluate their antibacterial and antinociceptive effects in different experimental models. When analyzed against pathogenic microorganisms, all the extracts and fractions showed activity against the Gran positive bacteria S. aureus. On the other hand, only the chloroform fraction was active against the M. gypseun fungi at a concentration of 125 mg/mL. The extracts and fractions also showed promising antinociceptive effects, as did an isolated substance, identified as betulin. This compound was about 7-fold more active than two clinically used drugs: aspirin and paracetamol. When analyzed in the writhing test (3-10 mg/Kg, i.p.), betulin showed a dose-dependent effect, with a calculated ID50 value of 7.74 (6.53 9.17) mg/kg or DI50 of 17,5 (14,7-20,5) mmol/Kg, and a maximal inhibition (MI) of 58.33% in relation to the control group. Likewise, when analyzed in the formalin test (3-10 mg/kg, i.p.), this compound partially inhibited nociception of neurogenic origin, with 40.8 % inhibition. On the other hand, it was more effective in reducing inflammatory nociception, with calculated ID50 values and maximal inhibition of 8.32 (7.83 8.84) mg/Kg or ID50 of 18,79 (17,7-19,9) mmol/Kg and 64.39%, respectively. These results show that the extract, fractions and betulin exhibit important antibacterial and antinociceptive activity.
Keywords: matayba elaeagnoides
efeito antinociceptivo
triterpenos
efeito antimicrobiano
matayba elaeagnoides
antinociception
triterpenes
antimicrobial activity
Produtos naturais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Produtos Naturais e Substâncias Bioativas
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências Farmacêuticas
Citation: SOUZA, Michel Thomaz de. PHYTOCHEMICAL STUDY AND EVALUATION OF THE BIOLOGICAL ACTIVITY OF Matayba elaeagnoides RADLK.. 2006. 88 f. Dissertação (Mestrado em Produtos Naturais e Substâncias Bioativas) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2006.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1447
Issue Date: 13-Nov-2006
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Michel Thomaz de Souza.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.