Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1557
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O conhecimento comunitário para o planejamento e o desenvolvimento urbano sustentável
metadata.dc.creator: Medeiros, Alessandro de
metadata.dc.contributor.advisor1: Gonçalo, Cláudio Reis
metadata.dc.contributor.referee1: Rossetto, Adriana Marques
metadata.dc.contributor.referee2: Rossetto, Carlos Ricardo
metadata.dc.description.resumo: A necessidade de soluções alternativas frente às questões de planejamento urbano cada vez mais exige a participação da sociedade nessa nova demanda. O poder público precisa estar preparado não apenas para processos participativos, mas para procedimentos que vão além da captação de dados e informações convertendo-os em ações quem exigem resultados eficientes e sustentáveis. Essa realidade indesejável nos municípios mal administrados, diante da falta de planejamento, obriga ao gestor um novo perfil capaz de aplicar na essência do desenvolvimento local, o conhecimento produzido na sociedade. O presente estudo incita objetivamente analisar o processo de gestão do conhecimento comunitário na elaboração do planejamento urbano sustentável, através de estudo de caso do município de Blumenau/SC. Para alcançar o objetivo proposto, utilizou-se uma abordagem qualitativa de natureza exploratória, por meio de dados secundários e entrevistas com gestores públicos e a comunidade. Nesse contexto, se identificou as evidências utilizadas para captação do conhecimento comunitário, bem como se verificou como ocorre a participação popular e da sociedade civil organizada na constituição do planejamento urbano participativo na elaboração do Programa Blumenau 2050. Além disso, descrevem-se as mudanças estratégicas ocorridas na administração Pública no Município de Blumenau adequando o conhecimento comunitário ao conceito de sustentabilidade. A pesquisa aponta uma especial atenção não apenas na gestão participativa, mas na adequação do conhecimento produzido em um ambiente especificamente estimulador, sob o enfoque da gestão do conhecimento comunitário. Apesar de reconhecido por seu modelo, ao processo aplicado em Blumenau recomenda-se uma ampliação na forma de discussão do projeto e sua capacidade de incorporar novas propostas. Os resultados demonstraram ainda, que a política gerencial adotada, concedeu um potencial econômico diferenciado, necessário na implantação de mudanças e consequentemente um novo planejamento urbano. E por fim, esta pesquisa possibilitou perceber como a gestão do conhecimento pode influenciar o ordenamento de um município, de modo a contribuir para o seu planejamento sustentável.
Abstract: The need for alternative solutions to resolve urban planning problems increasingly requires the involvement of society, and the public authorities must be prepared not only to engage in participatory processes, but also to carry out procedures that go beyond gathering data and information, converting them into actions that demand efficient and sustainable results. With the lack of planning in poorly-managed cities, this undesirable reality forces the administration to assume a new profile, capable of applying the knowledge produced in society as the key to sustainable local development. This study objectively analyzes the process of managing community knowledge, for the development of sustainable urban planning, through a case study of the city of Blumenau, in the Brazilian state of Santa Catarina. To achieve the proposed objective, a qualitative exploratory approach was used, with collection of secondary data, and interviews with public managers and members of the community. The evidence used to capture community knowledge was identified, as well as verifying how public participation and that of organized civil society occurred in the establishment of participatory urban planning, through the creation of the Programa Blumenau 2050. The strategic changes that have occurred in the public administration of the city of Blumenau are described, adapting community knowledge to the concept of sustainability. The research reveals special attention not only to participatory administration, but also to the adaptation of the knowledge produced in a specifically stimulating environment, under the focus of management of community knowledge. Although recognized in the model, a widening of the process applied to Blumenau is recommended, in the form of discussion of the project and its ability to incorporate new proposals. The results showed that the administrative policies adopted brought new economic potential, which is necessary in the implementation of changes and consequently, a new urban planning. Finally, this research furthered understanding of how knowledge management can influence the planning of a city in order to contribute to its sustainable planning
Keywords: Gestão do Conhecimento
Conhecimento Comunitário
Planejamento Urbano
Sustentabilidade
Knowledge management
Community knowledge
Urban planning
Sustainability
Planejamento urbano
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Organizações e Sociedade
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Administração
Citation: MEDEIROS, Alessandro de. O conhecimento comunitário para o planejamento e o desenvolvimento urbano sustentável. 2013. 113 f. Dissertação (Mestrado em Organizações e Sociedade) - Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1557
Issue Date: 14-May-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alessandro de Medeiros.pdf939,99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.