Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1564
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O gerenciamento dos stakeholders: uma abordagem competitiva do sistema portuário
metadata.dc.creator: Lacerda, Maicon
metadata.dc.contributor.advisor1: Floriani, Dinorá Eliete
metadata.dc.contributor.referee1: Rossetto, Carlos Ricardo
metadata.dc.contributor.referee2: Marinho, Sidnei Vieira
metadata.dc.description.resumo: De acordo com a Teoria dos Stakeholders as organizações devem gerenciar os grupos ou indivíduos que afetam ou são afetados pelo alcance dos seus objetivos. As firmas com alta capacidade de gerenciamento destes atores adotam técnicas específicas abordadas em conceitos gerenciais relacionados a comunicação, negociação, marketing, formulação de estratégia, proatividade, recursos e stakeholder-serving. Nos portos, os gestores estão sendo cada vez mais acionados para tratar as necessidades destes atores. Porém, em função da grande quantidade e da limitação de recursos, os gestores devem definir quais são os mais relevantes, ou seja, aqueles denominados como stakeholders primários. Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo geral analisar a influência do gerenciamento dos stakeholders na competitividade dos portos do ponto de vista dos gestores portuários, e como objetivos específicos identificar os atores mais relevantes, assim como mapear os métodos atuais utilizados pelos gestores e as lacunas existentes no gerenciamento destes atores. A contribuição teórica desta pesquisa está baseada nos graus de influência que os stakeholders possuem sobre as organizações e a existência de lacunas no gerenciamento da relação da firma com os mesmos. A principal contribuição empírica está ligada a falta de estudos direcionados para o gerenciamento dos stakeholders nos portos brasileiros. Realizou-se um estudo qualitativo do tipo exploratório, com o método de estudo de caso múltiplo aplicado nos Portos de Itajaí e Paranaguá, ranqueados entre os melhores portos públicos do Brasil. Na primeira fase da pesquisa foram identificados os stakeholders primários na opinião de experts do setor portuário, sendo validados na segunda fase pelos gestores dos portos estudados. Os dados foram agrupados nas sete habilidades gerenciais prescritas por Freemann (1984) e analisados com o auxílio do software Atlas TI. Os resultados demonstraram que o gerenciamento dos stakeholders influencia na competitividade dos portos e os entrevistados destacaram a existência de práticas utilizadas para a melhoria do relacionamento com estes atores como reuniões, Conselhos, Diretorias, planos e ferramentas operacionais, além de lacunas no gerenciamento como a ausência de um instrumento formal de planejamento estratégico, sistemas de gestão, e a descontinuidade de algumas ações. O pesquisador identificou uma nova habilidade gerencial denominada relacionamento e elencou os principais fatores que afetam a competitividade dos portos, bem como os aspectos potencializadores destes fatores
Keywords: Gerenciamento dos stakeholders
Competitividade
Portos
Gestão de empresas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Organizações e Sociedade
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Administração
Citation: LACERDA, Maicon. O gerenciamento dos stakeholders: uma abordagem competitiva do sistema portuário. 2013. 147 f. Dissertação (Mestrado em Organizações e Sociedade) - Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1564
Issue Date: 11-Jul-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maicon Lacerda.pdf3,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.