Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1696
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Matrizes epistemológicas da formação do pesquisador em educação física
metadata.dc.creator: Furtado, Heitor Luiz
metadata.dc.contributor.advisor1: Hostins, Regina Célia Linhares
metadata.dc.contributor.referee1: Ferri, Cassia
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa, vinculada à linha de pesquisa Políticas para a Educação Básica e Superior e ao grupo de pesquisa Políticas Públicas de Currículo e Avaliação, insere-se no âmbito de estudos sobre a pós-graduação, notadamente sobre a formação do pesquisador no campo da educação física e seus espaços de configuração epistemológica e de legitimidade no mundo acadêmico/científico. Buscou-se analisar as principais matrizes epistemológicas que fundamentam a formação do pesquisador em Educação Física, tomando-se como fonte de dados a estrutura curricular disciplinas, ementas e bibliografias dos Programas de Pós- Graduação em Educação Física avaliados com conceito 5 na última avaliação trienal (2010) da Capes. A metodologia utilizada é de caráter qualitativo e a pesquisa caracteriza-se como documental por examinar o conjunto de documentos sistematizados pelos Programas e disponíveis no sítio da CAPES, com vistas a atender aos critérios de Avaliação Trienal. Privilegiou-se a análise das disciplinas, ementas e bibliografias dos Programas de modo a identificar as dimensões, os eixos teóricos e as categorias que definem as matrizes epistemológicas de formação do pesquisador em educação física. Os resultados apontaram do ponto de vista geral, em um olhar mais panorâmico, que os programas fundamentam-se em dimensões e eixos teóricos nos quais predominam em ordem de maior incidência o estudo de questões relativas às ciências naturais com discussões sobre saúde, qualidade de vida, treinamento desportivo, prescrição do exercício, nutrição, fisiologia, biomecânica; ciências humanas com a contribuição da filosofia, sociologia e antropologia para o estudo dos objetos da educação física tais como: esporte, lazer, movimento humano, dança; e por ultimo fundamentos da ciência com estudo dos referenciais da epistemologia (racionalidade, objetividade, produção do conhecimento) e da pesquisa (métodos-técnicas-instrumentos, e concepções de ciência). Do ponto de vista especifico, da identidade de cada programa por sua vez, observou-se que estes apresentam diferenças nas matrizes epistemológicas em relação à formação do pesquisador. O Programa da UFRGS privilegiou discussões relativas à dimensão ciências naturais, seguido da dimensão ciências humanas e por fim, dimensão fundamentos da ciência. Já o Programa da UFPR privilegiou de forma destacada a dimensão ciências naturais, seguida da dimensão ciências humanas e em terceiro lugar dimensão fundamentos da ciência. O Programa da UFSC revelou uma distribuição bastante equilibrada, verificando-se a presença da dimensão ciências humanas em primeiro lugar, seguida da dimensão fundamentos da ciência e da dimensão ciências naturais. A discussão sobre as matrizes epistemológicas dos processos de formação dos pesquisadores em educação física traz indícios para qual lugar estamos indo e para onde devemos chegar. Tal fato parece ser extremamente relevante para o futuro da educação física como área do conhecimento.
Abstract: This research is linked to the line of research Policies for Basic Education and Higher Education , and to the research group Public Policies on the Curriculum and Assessment , which is part of postgraduate studies, notably on training of the researcher in the field of physical education and its spaces of epistemological configuration and legitimacy in the scientific/academic world. It seeks to analyze the major epistemological bases that underlie the training of the researcher in physical education, as a source of data for the curricular structure - disciplines, syllabi and bibliographies of post-graduation programs in physical education that received grade 5 in the last triennial Capes review (2010). The methodology is qualitative, and the research is characterized as documentary, as it examines the set of documents produced by the programs and available on CAPES website, in order to meet the criteria for the Triennial Review. The disciplines, syllabi and bibliographies of the Programs were analyzed, seeking to identify the dimensions, theoretical background, and categories that define the epistemological bases of researcher training in physical education. The results showed, from a general, panoramic point of view, that the programs are based on theoretical basis and dimensions in which the following are predominant, in descending order of frequency: study of issues relating to the natural sciences with discussions on health, quality of life, sports training, exercise prescription, nutrition, Physiology, and biomechanics; human sciences within the contribution of philosophy, sociology and anthropology to the study of the objects of physical education such as: sport, leisure, human movement, and dance; and finally, the foundations of science with the study of references of epistemology (rationality, objectivity, and production of knowledge) and research (methods, tools and techniques/concept of science). Focusing more specifically on the individual programs, differences were observed between them in relation to their epistemological basis in researcher training. The UFRGS program favored discussions concerning the natural sciences dimension, followed by the human sciences dimension and finally, the foundations of science dimension. The UFPR program, on the other hand, focused mainly on the natural sciences dimension, followed by the human sciences dimension, and finally, the foundations of science dimension. As for the UFSC program, it had a fairly balanced distribution, with the human sciences dimension first, followed by the foundations of science dimension and then the natural sciences dimension. The discussion of the epistemological basis of processes of researching training in physical education indicates where we are going and where we need to get to. This fact appears to be extremely relevant to the future of physical education as a field of knowledge.
Keywords: Pós-Graduação
Formação do Pesquisador
Educação Física
Epistemologia
Post-Graduation
Researcher Training
Physical Education
Epistemology
Professores - Formação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citation: FURTADO, Heitor Luiz. Matrizes epistemológicas da formação do pesquisador em educação física. 2013. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1696
Issue Date: 11-Mar-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Heitor Luiz Furtado.pdf885,44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.