Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1707
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Saúde e desempenho escolar
metadata.dc.creator: Scaburri, Glausiani Erbs da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: Gesser, Verônica
metadata.dc.contributor.referee1: Maximo, Luís Fernando
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho vincula-se a linha de pesquisa Políticas para a Educação Básica e Superior e ao Grupo de Pesquisa Políticas Públicas de Currículo e Avaliação. A Educação e a Saúde são duas áreas de grande importância para a população. Acreditar que fatores relacionados a problemas de saúde podem interferir na aprendizagem do aluno, é parte da rotina nas escolas. A medicalização é comum no ambiente escolar e, por essa razão, essa pesquisa contextualiza o fracasso escolar e o processo de medicalização da não-aprendizagem. A pesquisa objetiva caracterizar a relação entre problemas de saúde e desempenho escolar dos adolescentes com histórico de repetência nos anos finais do ensino fundamental das escolas municipais de Itajaí. Para isso, coletei diversas informações com a Secretaria Municipal da Saúde de Itajaí e com a Secretaria Municipal da Educação de Itajaí. A Secretaria da Saúde informou dados referentes aos problemas de saúde que mais acometem a faixa etária dos sujeitos participantes da pesquisa, bem como medicamentos por eles administrados, taxa de mortalidade e número de internações por doença. Já com a Secretaria da Educação realizei a análise de documentos dos alunos das séries finais do ensino fundamental e apliquei um questionário para coletar informações. Foram discutidos os efeitos dos medicamentos administrados pelos sujeitos participantes da pesquisa e os dados referentes ao IDEB de cada escola, para então verificar quais as possíveis relações com a aprendizagem. Contudo, o material coletado analisado me permitiu concluir que a quantidade de alunos reprovados e que apresenta algum tipo de doença não é um número representativo ao se comparar com o total de reprovações da escola e também não posso afirmar que adolescentes com problemas de saúde apresentam um maior índice de reprovações. A pesquisa também aborda fatores na busca de respostas para a medicalização do ensino que transfigura um problema que é social em sua origem fazendo-o parecer um problema médico
Abstract: This study is linked to the line of research Policies for Basic and Higher Education and to the Research Group Public Policies for Curriculum and Assessment. Education and health are two areas of great importance for the population. The belief that factors related to health problems can interfere with students learning is part of the routine in schools. Medicalization is common in the school environment, and for this reason, this research contextualizes school failure and the process of medicalization of non-learning. The research investigates the relationship between health problems and school performance of adolescents with a history of failure in the final years of the elementary schools, in the Brazilian town of Itajaí. Information was collected from the Municipal Department of Health of Itajaí and the Municipal Department of Education of Itajaí. The Department of Health provided data on the health problems that most affect this age group of research participants, the medications administered, the mortality rate, and number of hospitalizations due to illness. With the Department of Education, I analyzed the documents of students in the final grades of elementary school, and applied a questionnaire to gather information. The research subjects discussed the effects of the medications administered, and the data relating to the IDEB (Index of development of primary education) of each school, in order to determine their possible relations with learning. However, analysis of the collected material showed that the number of students who failed, and who had some kind of illness, was not significantly high when compared with the total failure rate of the school. Also, it was not possible to affirm that teenagers with health problems have a higher failure rate. The research also addresses factors in the search for answers to the medicalization of education that transforms a problem that is social in origin, making it look like a medical problem
Keywords: Saúde e desempenho escolar
Medicalização e Fracasso Escolar
Anos finais do ensino fundamental
Health and school performance
Medicalization and School Failure
Final years of primary school
Ensino fundamental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citation: SCABURRI, Glausiani Erbs da Costa. Saúde e desempenho escolar. 2013. 91 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1707
Issue Date: 29-Nov-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Glausiani Erbs da Costa Scaburri.pdf625,82 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.