Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1708
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMartins, Elaine Cristina da Silva-
dc.creator.IDCPF:93979045900por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8057519766940849por
dc.contributor.advisor1Neitzel, Adair de Aguiar-
dc.contributor.advisor1IDCPF:43844820949por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4761161P3&dataRevisao=nullpor
dc.contributor.referee1Carvalho, Carla-
dc.contributor.referee1IDCPF:94759120963por
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3577819679344029por
dc.contributor.referee2Santos, Alckmar Luiz dos-
dc.contributor.referee2IDCPF:97678236891por
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1164219671540492por
dc.date.accessioned2015-08-26T18:44:59Z-
dc.date.available2015-02-05-
dc.date.issued2013-12-17-
dc.identifier.citationMARTINS, Elaine Cristina da Silva. Literatura infantil contemporânea: espaço de hipertextualidade e fruição. 2013. 179 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.por
dc.identifier.urihttps://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1708-
dc.description.resumoEsta dissertação visa aprofundar uma pesquisa anterior que tem como mote a investigação de livros marcados por características hipertextuais. Foram analisadas dez obras com a intenção de discutir como a hipertextualidade mostra-se nos livros de literatura infantil contemporânea após a década de 1970. Os elementos hipertextuais na trama textual tendem a multiplicar o potencial de escrita, imprimem dinamicidade e interatividade, destoando das obras que, normalmente, são produzidas para o leitor mirim. Esta pesquisa, desenvolvida no grupo de pesquisa Cultura, Escola e Educação Criadora, da linha de pesquisa Cultura, Tecnologia e Processos de Aprendizagem do Programa de Mestrado em Educação da Universidade do Vale do Itajaí, trata de uma análise bibliográfica de abordagem qualitativa. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, estabeleceu-se: a) identificar os procedimentos narrativos inovadores que fazem parte do acervo do PROLER UNIVALI; b) analisar as imagens dos textos literários para identificar como elas contribuem para a hipertextualidade literária; c) identificar os aspectos gráficos dos livros que permitem a expansão da folha plana. Para fundamentar a categorização e análise dos dados, as concepções de elementos hipertextuais do ponto de vista de Neitzel (2009) e Wandelli (2003) foram utilizadas. As imagens foram analisadas de acordo com as Leis da Gestalt de Gomes Filho (2004), Araújo (2011), Camargo (2009), Ramos (2013). Os procedimentos narrativos foram estudados a partir do conceito de texto de Barthes (1997, 2004, 2010) e Eco (2003, 2012). Esta pesquisa apresenta os seguintes resultados: a) há livros que possuem mais elementos hipertextuais do que outros, promovendo maior interação entre o livro e o leitor, e a hipertextualidade é destacada pelos intertextos, pelo convívio de outros gêneros literários; b) há livros que são marcados pelos aspectos simbólicos e sugerem uma leitura que desacomoda, pelo caráter ambíguo e fantástico; c) os aspectos gráficos, traduzidos como layout, as ilustrações, as linhas, os espaços vazios e ocupados, as cores, as letras e sua diversificação (maiúscula, minúscula, como também sua espessura); são elementos que expandem o potencial da escrita; d) o rompimento da linearidade do enredo e a sua fragmentação imprimem multilinearidade ao texto e oferecem ao leitor percursos variados de leitura; e) o espaço da folha plana é expandido por meio de abas, cuja construção textual oferece ao leitor uma leitura complementar. Durante este trabalho, foi observado, também, que as leituras iniciam já na capa e que paratextos convidam o leitor, por meio da linguagem verbal e não verbal, a lançar-se na narrativa, permitindo viver a ficção e correr o risco de evocar emoções, fazer relações, ou seja, fruir a obra. À escola cabe revitalizar seu acervo, adotar novo critério de seleção de obras e introduzir na formação de leitores mirim livros menos lineares e mais provocativos. O professor-mediador de leitura tem o papel de aproximar livro e leitor por meio da fruição, possibilitando, assim, uma formação cultural e educacional em ritmo de descobertaspor
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttps://siaiap30.univali.br/tede/retrieve/3901/Elaine%20Cristina%20da%20Silva%20Martins.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade do Vale do Itajaípor
dc.publisher.departmentEducaçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUNIVALIpor
dc.publisher.programMestrado em Educaçãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectNarrativas hipertextuaispor
dc.subjectFormação de leitorespor
dc.subjectLiteratura infantilpor
dc.subjectHypertext narrativeseng
dc.subjectReaders educationeng
dc.subjectBibliotecas e usuáriospor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.titleLiteratura infantil contemporânea: espaço de hipertextualidade e fruiçãopor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elaine Cristina da Silva Martins.pdf10,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.