Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1732
metadata.dc.type: Dissertação
Title:  O QUE ENSINAR? COMO ENSINAR? : REFLEXÕES SOBRE A SELEÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
metadata.dc.creator: Demétrio, Ana Cicilia
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferri, Cassia
metadata.dc.contributor.referee1: Mendes, Geovana Mendonça Lunardi
metadata.dc.contributor.referee2: Hostins, Regina Célia Linhares
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação tem como objeto de pesquisa os critérios de seleção e a organização dos conteúdos de uma professora alfabetizadora numa escola da rede municipal de ensino de Balneário Camboriú. Na tentativa de compreender como os professores alfabetizadores fazem determinadas escolhas dos conteúdos e no modo de organização dos mesmos em seu cotidiano, formulou-se a seguinte questão problema: como são selecionados e organizados os conteúdos numa classe de alfabetização do Ensino Fundamental da rede municipal de Balneário Camboriú? Diante desta questão problema, delimitou-se os seguintes objetivos específicos: identificar os critérios de seleção e organização dos conteúdos no processo de alfabetização; analisar as práticas de planejamento na constituição das pautas interacionais da professora alfabetizadora e observar as práticas de intervenção no processo de alfabetização. A pesquisa foi desenvolvida na perspectiva da abordagem qualitativa, utilizando a metodologia de Estudo de Caso, sendo definida uma professora de classe de alfabetização de uma escola pública municipal. A coleta de dados foi realizada a partir dos registros de observação participante, com a duração de quatro meses, e da análise de conteúdo dos materiais utilizados pela professora, dos materiais dos alunos, transcrições das gravações feitas em fitas K7, Projeto Político Pedagógico da escola e arquivos da secretaria. A análise permitiu organizar os dados coletados em torno das seguintes questões: compreender os critérios que a professora utilizava para selecionar os conteúdos com base nas suas concepções de currículo, ensino e alfabetização e; como organiza esses conteúdos, visando a elaboração do planejamento com destaque para a metodologia e avaliação. Os dados revelaram que a seleção dos conteúdos para a classe de alfabetização pesquisada ocorre segundo: um rol de conteúdos previamente definidos/conhecidos para a série; uma suposta hierarquia entre disciplinas, acentuando, como mais importantes a Língua Portuguesa e a Matemática e uma escala de conteúdos, listados dos considerados mais simples para os considerados mais complexos. A organização dos conteúdos é influenciada pela concepção de alfabetização pautada na transmissão do conhecimento como verdade absoluta ; através da utilização de exercícios de memorização, repetição mecânica e exposição de modelos, desconsiderando a função social da escrita. As análises também evidenciam a ação didática da professora na qual o conhecimento é somente pretexto para a realização de atividades. Assim as propostas metodológicas utilizadas pela professora não conseguem refletir a teoria (ou o discurso), da mesma sobre o processo de alfabetização, evidenciando o método tradicional de alfabetização e uma avaliação dos alunos na perspectiva da pedagogia do exame. Com base nas análises realizadas, esta pesquisa salienta a necessidade de uma formação especifica para os professores alfabetizadores, avaliando o processo de seleção e organização dos conteúdos em classes de alfabetização, compreendendo o currículo como uma produção cultural e, portanto, datada historicamente e construída coletivamente
Abstract: The research object of this dissertation is the selection criteria and organization of teaching content, by a literacy teacher working in a school in the municipal education network of Balneário Camború. In an attempt to understand how literacy teachers make certain choices regarding contents, and the way in which they organize these contents in their daily teach practice, the following question was posed: How are contents selected and organized in a literacy class in Elementary Education, in the municipal education network of Balneário Camboriú? Using this research question, it outlines the following specific objectives: To identify the criteria used to select and organize teaching contents in the literacy teaching process; to analyze the planning practices in the constitution of an interactional agenda for literacy teachers, and to observe the practices of intervention in the literacy process. The research was carried out using a qualitative approach and the Case Study methodology. The data collection was carried out based on records of participant observation, which lasted for four months, and content analysis of the materials used by the teacher, the student materials, transcriptions of cassette recordings, the teaching curriculum, and administrative files. The analysis enabled the data collected to be organized around the following questions: Understanding the criteria used by the teacher to select the contents, based on her understanding of the curriculum, teaching and literacy and; the way in which she organizes these contents in order to plan the classes, focusing on the methodology and assessment. The data show that the contents, for the literacy class investigated, are selected as follows: a list of contents previously defined/known for the class; a supposed hierarchy between disciplines, with emphasis on Portuguese Language and Mathematics as being the most important, and a ranking of contents, starting with those considered easier and progressing to those considered more complex. The organization of the contents is influenced by the teachers understanding of alphabetization, which is based on the understanding of the transmission of knowledge as an absolute truth , through the use of memorization, rote repetition and the use of models, but which fails to consider the social function of the written language. The analyses also show the didactic action of the teacher, in which knowledge is merely a pretext for carrying out the activities. Thus, the methodological proposals used by the teacher do not reflect her theory (or discourse) on the literacy process, but follow a traditional literacy teaching method and student assessment based on the pedagogical method of exams. Based on the analyses carried out, this research highlights the need for specific training for literacy teachers, evaluating the process by which the contents of literacy classes are selected and organized, and viewing the curriculum as a cultural production and, therefore, as something which is historically dated and collectively constructed.
Keywords: alfabetização
currículo
seleção e organização dos conteúdos
literacy
curriculum
selection and organization of contents
Alfabetização
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citation: DEMÉTRIO, Ana Cicilia. O QUE ENSINAR? COMO ENSINAR? : REFLEXÕES SOBRE A SELEÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO. 2007. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1732
Issue Date: 16-May-2007
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Cicilia Demetrio.pdf2,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.