Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1745
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A representação social sobre a infância: um estudo com as professoras de educação infantil do município de corupá
Other Titles: The social representation of childhood: a study among children s teachers in the municipal district of corupá
metadata.dc.creator: Demathé, Tércia Millnitz
metadata.dc.contributor.advisor1: Cordeiro, Maria Helena Baptista Vilares
metadata.dc.contributor.referee1: Ferri, Cassia
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa tem como objetivo caracterizar as representações sociais sobre infância das professoras de Educação Infantil do município de Corupá, SC. Adotou- se uma abordagem plurimetodológica com base na Teoria das Representações Sociais (MOSCOVICI 1961/1978). A geração e análise de dados aconteceram em três etapas. Na primeira, foram identificados os elementos constituintes da representação, utilizando-se a técnica de associação livre, tendo infância como palavra indutora das evocações. A análise revelou elementos referentes a brincadeiras, afetividade, movimento, criatividade, curiosidade, cuidado, etapa de vida, escola, família, recordações, valores, atividades, interações e sensações. Utilizando na análise o quadro das quatro casas de Vergès, observou-se que o provável núcleo central contém evocações relacionadas a ser criança , ou seja, à infância enquanto período de desenvolvimento. Os elementos intermediários referem-se aos contextos (escola e família) e às reminiscências e marcas da infância. Evocações relacionadas às vivências pessoais das professoras Foram destacadas no sistema periférico, que protege o núcleo central. Na segunda etapa, para conhecer como esses elementos se articulam e confirmar o núcleo central, solicitou-se que cada professora fizesse um desenho expressando numa imagem o que para ela representa a infância e, logo após, produzisse um texto sobre o mesmo. Observou-se que a representação de infância se objetiva na imagem de crianças brincando ao ar livre, fundindo os significados de brincadeira com os de ser criança . Esta é uma imagem muito próxima à de criança idealizada, de Rousseau. Na terceira etapa, buscando-se compreender a dinâmica da representação, foram realizados dois grupos focais. A análise revelou a existência de oposições definindo dois eixos, em torno dos quais são tecidos os diferentes significados que circulam nas representações das professoras: a infância de ontem (ancorado nas infâncias das professoras) X a infância de hoje (ancorado nas experiências atuais e nas informações das mídias); e a família X a instituição de educação infantil, (ancorado nas comunicações e trocas diárias entre pais e professoras). Na discussão sobre quem é responsável pela preservação das culturas da infância, as professoras constroem a representação de si mesmas como as salvadoras da infância diante do que consideram uma ameaça à preservação da mesma (enquanto cultura), em virtude das mudanças que percebem na organização familiar. O significado infância-a criança, que predomina no núcleo central da representação e vem impregnando as práticas de EI desde os seus primórdios, começa a ser mesclado com o significado de infância-as crianças, adquirindo uma conotação mais antropológica, de preservação das culturas infantis
Abstract: This study aims to characterize the social representations about childhood of ECE teachers in the town of Corupá (SC, Brazil). It adopts a plurimethodological approach, based on Social Representations Theory (MOSCOVICI, 1961/1978). The data generation and analysis were carried out in three phases: In the first, the elements that make up the representation were identified using the Free Association technique, with childhood as the key word. The analysis revealed elements related to play, affectivity, movement, creativity, curiosity, care, phase of life, school, family, memories, values, activities interactions and sensations. The four cell table (VERGÉS, ) used in the analysis showed that the probable central nucleus contains evocations related to being a child , i.e., to childhood as a developmental period. The intermediary elements are the contexts (school and family), and the memories and marks of childhood. Evocations related to the teachers personal experiences are emphasized in the peripheral system, which protects the central nucleus. In order to determine how these elements are articulated, and to confirm the central nucleus, the teachers were asked, in the second phase, to draw a picture expressing in the form of an image, what childhood meant for them. Next, they were asked to produce a text about the drawing. It was observed that the representation of childhood is objectified in the image of children playing outdoors, merging the meanings of play with those of being a child . This image is very similar to that of Rousseau s idealized child. In the third phase, with the aim of understanding the dynamics of this representation, two focal groups were carried out. The analysis revealed the existence of oppositions defining two axes, around which the different meanings that circulate in the teachers social representations were woven: yesterday s childhood (anchored on the teachers childhoods) vs childhood today (anchored on daily experiences and media information); and the family vs ECE institution (anchored on daily communications and exchanges between teachers and parents). During the discussion about who is responsible for the preservation of childhood cultures, the teachers build a representation of themselves as the rescuers of childhood, from what they consider as a menace to its preservation (as a culture), caused by the changes that they perceive in the organization of the family. The meaning childhood - the child, which prevails in the central nucleus of the representation, and has permeated ECE practices since its origins, is beginning to be merged with the meaning childhood - the children, acquiring an anthropologic connotation of preserving childhood cultures
Keywords: infância
educação infantil
representação social
childhood
ECE (early childhood education)
social representation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citation: DEMATHÉ, Tércia Millnitz. The social representation of childhood: a study among children s teachers in the municipal district of corupá. 2007. 155 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1745
Issue Date: 7-Aug-2007
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tercia Millnitz Demathe.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.