Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1829
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Desafios e superações na relação entre educação inclusiva e trabalho: um estudo sobre as experiências de jovens com deficiência
metadata.dc.creator: Borba, Maria Conceição
metadata.dc.contributor.advisor1: Raitz, Tania Regina
metadata.dc.contributor.referee1: Hostins, Regina Célia Linhares
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo está centrado na temática Juventude, Educação e Trabalho, que integra a linha de pesquisa, Praticas Docentes e Formação Profissional, a qual tem se constituído numa importante interlocução com os grupos de pesquisa na área Educação e Trabalho. Este estudo tem como objetivo compreender e analisar de que maneira esses jovens com deficiência enfrentam os desafios na relação que se estabelece entre Educação Inclusiva e Trabalho na sociedade contemporânea. Os sujeitos desta pesquisa são jovens com deficiência que frequentam a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no período noturno, no município de Camboriú/SC. É somente depois da reforma educacional, na segunda metade da década de 1990, que esses jovens começaram a fazer parte de uma nova trajetória, de formação e profissionalização. Neste contexto, verifica-se que suas jornadas acompanham a evolução histórica da conquista de direitos humanos, sendo até então percebidos como seres distintos e à margem dos grupos sociais. A inclusão como prática educativa ainda está em andamento todavia, aos poucos esses jovens vêm ocupando espaço importante na sociedade. A metodologia da pesquisa é de abordagem qualitativa configurando um estudo de caso sobre a EJA de Camboriú e seus respectivos alunos (as) com deficiências. Os arranjos e articulações teórico-metodológicas se fundamentam nos seguintes autores: Stainback & Stainback (1999), Pochmann (2004), Spósito (1997,2003,2005), Gil (1991), Haddad (2002), Mantoan (2003,2006,2008), Franco (2005),Carvalho(2009),Rodrigues (2006,2008), e outros. Os resultados nesta investigação mostram a influência do trabalho e da educação na construção das experiências pessoais, profissionais e sociais dos jovens entrevistados. Os territórios escolares e profissionais, o trabalho, o emprego, a formação e o pertencimento à grupos (familiares e amigos) são esferas consideradas legítimas e pertinentes na constituição de categorias sociais, porque são responsáveis pelo modo como os atores (jovens com deficiência) se identificam e são identificados socialmente.
Abstract: The present study is based on the relationship between youth, school, and work, and is part of the line of research Teaching Practices and Professional Development, for which it constitutes an important dialogue among the research groups in the area of Education and Work areas. It investigates and analyzes the challenges facing young, disabled students in relation to inclusive education and work in today s society. The research subjects are students with disabilities who attend the EJA (Educação de Jovens e Adultos Education for Young People and Adults) in the town of Camboriú, in the Brazilian State of Santa Catarina. It was only after the education reforms in the second half of the 1990s that these students began to be a part of a new approach to these disabilities, and through the work of more trained and prepared professionals in this segment, became integrated into society. It is observed that their journeys follow on from the historical achievements in the area of human rights, in that they had previously been seen as separate beings, at the margins of social groups. Inclusive education is still an area for development, although the progress made, in terms of inclusion and discrimination, cannot be denied. A qualitative approach was used in this research, which takes the form of a case study focusing on the EJA in Camboriú, and its students with disabilities. The theoretical and methodological background is based on the following authors: Stainback & Stainback (1999), Pochmann (2004), Spósito (1997, 2003, 2005), Gil (1991), Haddad (2002), Mantoan (2003, 2006, 2008), Franco (2005), Carvalho (2009), Rodrigues (2006, 2008), and others. The results of this study show the influence of work and education in the construction of positive personal, professional and social experiences of the young people interviewed. The spheres of school, work, employment, training and belonging to groups (family and friends) are considered legitimate and relevant in the construction of social categories, as they define how the young people identify themselves, and are socially identified.
Keywords: jovens com deficiência
educação de jovens e adultos
educação e trabalho
young people with disabilities
education and work
inclusive-education
education
Educação inclusive
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citation: BORBA, Maria Conceição. Desafios e superações na relação entre educação inclusiva e trabalho: um estudo sobre as experiências de jovens com deficiência. 2010. 99 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1829
Issue Date: 17-Mar-2010
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Conceicao Borba.pdf542,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.