Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1890
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação do impacto ambiental do formicida Macex: utilização de uma bateria de biotestes aquáticos para análise toxicológica
metadata.dc.creator: Testolin, Renan Chiprauski
metadata.dc.contributor.advisor1: Radetski, Claudemir Marcos
metadata.dc.contributor.referee1: Barreto, Andre Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Polette, Marcus
metadata.dc.description.resumo: As formigas desempenham um papel fundamental na ecologia dos ecossistemas. No entanto, quando as formigas se tornam indesejáveis causam prejuízos econômicos, sendo então combatidas com aplicação de formicidas. Por outro lado, o aumento da consciência ambiental e um maior rigor na legislação ambiental conclamam por uma diminuição da toxicidade dos agrotóxicos para minimizar/eliminar os impactos ambientais causados por estes produtos. Uma alternativa para este problema é a utilização de formicidas naturais em substituição aos produtos mais tóxicos disponíveis atualmente no mercado. Para a comercialização dos agroquímicos exige-se testes prévios para avaliar possíveis impactos ambientais sobre os organismos terrestres e aquáticos não-alvos. Assim, o objetivo deste estudo foi o de avaliar o impacto ambiental no ecossistema aquático causado pelo formicida natural Macex. Testes ecotoxicológicos com algas, peixes, bactérias e dáfnias, bem como testes de fitogenotoxicidade com Vicia faba e de hidrólise do diacetato de fluoresceína (atividade microbiológica) foram usados na avaliação, sendo que os resultados permitiram estabelecer a concentração máxima deste formicida que não causa toxicidade significativa nas espécies testadas. Os resultados dos testes de ecotoxicidade, com as concentrações testadas de 0,03 até 2,0 g L-1, apresentaram valores de CE50 (ou CI50) variando de 0,49 (P. subcapitata) a > 2,0 g L-1 (D. rerio). Já para o teste de fitogenotoxicidade com V. faba, as concentrações testadas foram de 0,06 a 2,0 g L-1, onde se observou a formação de micronúcleos somente na concentração mais alta
Abstract: Ants play a key role in the ecology of the terrestrial ecosystems. However, when ants become undesirable, these organisms can cause economic losses and are then countered by the application of insecticides. But increased environmental awareness and more stringent environmental legislation calls for a reduction in the toxicity of pesticides, in order to mitigate the environmental impacts caused by these products. An alternative to this problem is the use of natural insecticides that can replace the currently commercialized toxic pesticides. Prior to marketing, agrochemicals must undergo testing to assess possible environmental impacts on aquatic and terrestrial non-target organisms. Thus, the objective of this study was to assess the environmental impact on the aquatic ecosystem caused by the natural pesticide Macex. For this purpose, ecotoxicity tests with algae, fish, daphnids and bacteria, as well as tests with Vicia faba and fluorescein diacetate hydrolysis (microbial activity), were performed in this evaluation. The results enabled us to establish that the maximum concentration of this pesticide that does not cause significant toxicity to the tested species. The EC50 (or IC50) values ranged from 0.49 (Pseudokirchneriella subcapitata) to > 2.0 g L-1 (Danio rerio). In the phytogenotoxicity test with Vicia faba, the tested concentrations ranged from 0.06 to 2.0 g L-1, but micronuclei formation was observed only at the highest concentration
Keywords: Formigas
Agrotóxicos
Ecotoxicologia aquática, Vicia faba
Ants
Pesticides
Aquatic biotests, Vicia faba test
Gestão ambiental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Tecnologia e Gestão Ambiental
metadata.dc.publisher.program: Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental
Citation: TESTOLIN, Renan Chiprauski. Avaliação do impacto ambiental do formicida Macex: utilização de uma bateria de biotestes aquáticos para análise toxicológica. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia e Gestão Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1890
Issue Date: 22-Jul-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renan Chiprauski Testolin.pdf826,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.