Please use this identifier to cite or link to this item: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1896
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Análise da diversidade do necton pelágico do sudeste-sul do Brasil através de suas interações com a pesca industrial
metadata.dc.creator: Pazzini, Beatriz
metadata.dc.contributor.advisor1: Barreto, Andre Silva
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Schwingel, Paulo Ricardo
metadata.dc.contributor.referee1: Perez, Jose Angel Alvarez
metadata.dc.contributor.referee2: Pezzuto, Paulo Ricardo
metadata.dc.contributor.referee3: Resgalla Junior, Charrid
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo geral analisar espaço-temporalmente a diversidade de organismos nectônicos pelágicos através de suas interações com as pescarias de espinhel, emalhe, e cerco na região sudeste-sul do Brasil. Foram coletadas informações provenientes dos relatórios de estatística pesqueira, dos programas de Observadores de Bordo e Científicos, do banco de dados do Projeto TAMAR e da literatura, entre o ano 2001 até 2010. A modalidade que interagiu com um maior número de espécies foi o emalhe de profundidade com 49 espécies capturadas, seguido do espinhel com 45 espécies, emalhe costeiro 29 espécies e a modalidade de cerco com 14 espécies. As capturas monitoradas não possuem um padrão uniforme de distribuição espacial e sazonal sobre a área sudeste-sul do Brasil, provavelmente devido a mudança na área de atuação das frotas. A análise de índices de diversidade das capturas monitoradas revela variações sazonais para o espinhel e o cerco, mas não para os emalhes costeiro e de profundidade. O índice de Margalef indica uma diversidade relativamente baixa de espécies pelágicas em todas as frotas (D ≤ 2) exceto a de espinhel (D ≥ 3). O mesmo padrão foi observado nos índices de Simpson e Shannon, evidenciando que a pesca de espinhel tem uma interação com uma maior diversidade de espécies pelágicas, pois sua operação ocorre em ambiente pelágico. Devido à falta de identificação de uma porção considerável de espécies capturadas pelas das frotas de emalhe, é possível que a interação destas com as espécies pelágicas seja maior do que o relatado. A estimativa da captura total anual para toda a frota e não apenas das embarcações monitoradas revelou uma captura relativamente alta da tartaruga Caretta caretta em regiões abaixo da latitude 25o S, inclusive sobre a Elevação do Rio Grande. Sugere-se mais estudos e monitoramentos nestas áreas para assim ter subsídios que permitam aplicar medidas mais adequadas de manejo, buscando mitigar estas capturas.
Abstract: This study aimed to spatiotemporally analyze the diversity of pelagic nektonic organisms through their interactions with longline, gill nets and purse seine fisheries in the south and southeastern Brazil. Information was collected from fishery statistics reports, Onboard Observers, Project TAMAR s database and scientific literature, from 2001 until 2010. The fishery that interacted with a greater number of species was the deep gillnet with 49 species captured, followed by longline with 45 species, 29 species on the coastal gillnet, and purse seine with the lowest richness 14 species. Monitored catches did not have a uniform pattern, both seasonal and spatially over the studied area, probably due to changes in the operating area of the fleets. The analysis of diversity indices of the monitored catches reveals seasonal variations for the longline and seine, but not for coastal and deep gillnets. The Margalef index indicates a relatively low diversity of pelagic species in all fleets (D ≤ 2) except longline (D ≥ 3). The same pattern was observed in the Simpson and Shannon indices, showing that longline fishing has an interaction with a greater diversity of pelagic species, as would be expected. Due to the lack of identification of a considerable portion of the captured species from the gillnet fleets, it is possible that interaction with pelagic species is greater than reported. The estimate of the total annual catch for the entire fleet revealed a relatively high capture of Caretta caretta in regions below the 25o S, including on the Rio Grande Rise. We suggest more studies and monitoring in these areas so more adequate management measures could be applied, seeking to mitigate these catches.
Keywords: Pesca industrial
Necton pelágico
Capturas incidentais
Pesca
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Vale do Itajaí
metadata.dc.publisher.initials: UNIVALI
metadata.dc.publisher.department: Tecnologia e Gestão Ambiental. Ecossistemas Aquáticos
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental
Citation: PAZZINI, Beatriz. Análise da diversidade do necton pelágico do sudeste-sul do Brasil através de suas interações com a pesca industrial. 2013. 114 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia e Gestão Ambiental. Ecossistemas Aquáticos) - Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://siaiap39.univali.br/repositorio/handle/repositorio/1896
Issue Date: 27-Feb-2013
Appears in Collections:Importação Nova 20150826 Coleção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Beatriz Pazzini.pdf7,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.